Tuesday, 8 May 2007

Tempos de Insegurança e Incertezas

Meus caros e queridos amigos,
Ainda não sei como vocês não desistiram de ler o meu blog, porque isto parece mais uma cidade fantasma, só faltam os rolos de palha a circular pela rua principal ao sabor do vento frio e deshumano.
Agradeço a todos as motivações que me deram e nunca terem deixado de me espicaçar para escrever mais um post.
É um privilêgio para mim ter pessoas que leiam o que escrevo pois não sou propriamente um suprasumo na materia, e todas as críticas positivas que fizeram à minha pessoa foram recebidas com muito carinho e humildade. (este post parece mais um discurso no dia dos Oscars).
Acho que chegou o momento de explicar a todos a minha ausência. Sem dúvida sou uma mulher muito ocupada: trabalho, Luís, familia, cães, salsa, coro, maquilhagens, fotografia, amigos, etc. Mas infelizmente não tenho passado tempos felizes e descontraídos, vivo numa incerteza profissional e pessoal. O facto de não sabermos o dia de amanhã é bastante desgastante. Sinto-me muito desmotivada e acho que estou a chegar ao meu limite, não me sinto necessária em nada que participo, se me for embora ninguem vai sentir a minha falta, profissional, salseira, coralista! Não me tem apetecido fazer muito, e o que faço é porque me obrigo, pois não quero voltar a "arrastar-me" como aconteceu há 4 anos atrás. Não vou deixar que me deitem a baixo! Estou a escrever este post na esperança de me sentir mais forte. Um dia vou poder contar a todos o que estou a passar e todos vão entender que não é fácil. Eu luto diáriamente para ser uma pessoa melhor (melhor não é mais boazinha, sou bastante humana mas justa...não vou em chorinhos), que cometa menos erros, seja mais racional, profissional, sem abandonar os seus princípios, sentimentos, esperanças e sonhos...e um dia puuufff tudo desaparece, perdemos tudo e ficamos que nem Robison Crusue na ilha sozinho e isolado (isto antes de aparecer o sexta-feira). É obvio que estou a dramatizar um bocadinho, não me comparo sequer a certas pessoas que parece que nasceram para sofrer...há realmente mta desgraça no mundo e que muitos portugueses não têm noção! Talvez por isso nos queixemos de barriga cheia não estamos habituado aos dissabores da vida. Sou uma pessoa medrosa: tenho medo de sofrer porque não faço, tenho medo de sofrer porque fiz, tenho medo que os outros sofram pelo que fiz e não fiz....:)...hoje é mesmo dia não, mas já começo a sentir alguma firmeza interior, acho que este post já está a resultar...alias vou telefonar a um contacto para marcar uma reunião...cruzem os dedos ;) porque vou à luta!!
Obrigada por me lerem

10 comments:

Pérola do Oriente said...

És uma lutadora! É assim que tens de continuar e manter-te! Sempre em cima, de espírito livre e aberto a todos, cheia de humor e gargalhadas sonoras! Beijinhos grandes Pluminha :)

Energia said...

És uma querida pluminha
gosto muito de ti
Tb te considero uma lutadora, uma fortalhaça (mas com pouco músculo) lol

main mense said...

O seu post é no mínimo "PODEROSO"!
Já reparou que o Verão já chegou? Isso é muito mais do que apenas um motivo para animar. O verão, o sol e a luz lisboeta (portuguesa) são a razão da nossa existência. É aquilo que nos distingue dos irritantes nórdicos com as suas regras e as suas imposições de frustrados. Esse é o nosso verdadeiro tesouro que nos faz sorrir perante toda e qualquer adversidade, porque no fim, temos sempre a praia, o sol e tudo o que daí vem por arrasto (amizades, amores, jantares, copos, tudo o que quisermos).
Viva o sol e viva a nossa condição de mediterrânicos latinos que levam a vida calmamente e que da tristeza conseguimos tirar os dividendos para nos recompormos e não perdermos o sol que irá aparecer no dia seguinte.
O resto são balelas
beijinhos

Energia said...

Já estou muito mais bem disposta, obrigada pela sua palavra positiva!

Energia said...

Este post foi escrito por uma amiga minha, podem ler em baixo a explicação:

"Bem amiga como n percebo nada de Blogs e te queria deixar la um post e não consegui decidi mandar por aqui...sou mesmo muito trol com computadores LOL beijocas e o que está escrito abaixo foi o que escrevi lá e não ficou gravado.

como eu sei e percebo o que estas a sentir...também já passei por isso,e de volta em volta...pufff lá caiu outra vez no mesmo "erro" de achar que sou capaz e consigo ir em frente.A verdade é que isso só piora!Ou se faz com vontade e com um objectivo ou não vale a pena senão voltamos a cair no mesmo.És uma pessoa muito especial,divertida,linda de morrer,engraçada,consegues deixar-me com uma lágrima no olho de rir e até por vezes de chorar de tão boa pessoa que és=) é sério o que te digo.Sabes que há pouco tempo descobri que eu prefiro resolver e refugiar-me nos problemas dos outros do que nos meus?E sabes pq?Para fugir dos meus,por medo,por cobardia.Ou então dou comigo a ser a pessoa mais feliz do mundo...tb não pode ser pq mais uma vez estou a esconder-me dos problemas(embora de x em quando seja muito feliz.
No meio disto tudo(de algum desabafo tb)quero dizer que não estás sozinha,e muita gente te compreende,e se não há muita,existo eu =) mas eu sei que tens muit@s amig@s. És linda!!!És uma amiga!!!Beijocas grandes"

Energia said...

Minha querida bolacha,
Tb gosto muito de ti sempre foste mto querida e sempre serás. Tens que ter mta força a acreditar mais em ti. Infelizmente com a idade vais entender que fugir dos nossos problemas é pior que nós podemos fazer, custa encara-los...mas quanto mais rápido melhor. É assim que levo o meu dia a dia, por isso é que nuns dias estou mais triste, sensivel, rabugenta que outros.
Sempre que precisares de mim estarei por perto quando estiveres doce ou salgada, serei sempre tua amiga mesmo que às vezes não diga as coisas que gostarias ouvir, porque a amizade é mesmo assim!
Beijos enormes e felicidades.

Energia said...

Este foi o texto que a minha querida Ana Rosa escreveu sobre mim e para mim. Aqui não se entende mas as frases começam com as letras do meu nome, Sofia Novais de Paula:
Sente a tua imensidão e pára…
Olha o mundo mas não o leias…
Fotografa milhões de lágrimas mas não as absorvas…
Inventa mil telas mas joga-as ao vento…..porque,
A maré leva a vida e a devolve em gotas….

Nasceste rainha do teu mundo
Os segundos pertencem-te!
Voas à procura do ninho,
Aquela centelha que agita cada milímetro do tempo.
Imersa em caldeirões de risos e quedas
Somente o Sol inveja o teu brilho!

Do nada o tudo em ti se edifica,
Em forças destróis os pesadelos!

Pára e sente a tua imensidão…
A voz no teu ventre grita
Um uivo de paz
Livre de todos os medos e sombras……e finalmente aceitas,
A magnificência da tua alma!!!

Energia said...

Ana,

Como sabes ontem foi mais um dia muito complicado para mim, ando cheia de conflitos internos, não sei se gosto, se quero, se acredito, se vale a pena e muito menos sinto que sou importante, competente, desejada pelos os outros....mas felizmente no meio de tanta aflição surgem umas pessoas que estão dispostas a mostrar o quanto gostam de mim, e tu sempre foste uma delas. Sempre acreditaste que eu tinha qualquer coisa. O que escreveste, o que pensas e o que dizes sobre mim sempre foi um motivo de orgulho, e principalmente de esperança. Gosto muito de ti e desejo-te igualmente imenso sucesso profissional, emocional e salseiro...Não deixes nunca de acreditar na tua força, na tua bondade e nas tuas palavras, não deixes nunca de escrever! Beijinhos

MCosta said...

Sofia... do pouco que te conheço, nunca vou conseguir imaginar-te uma pessoa com poucas razões para lutares pela tua paz de espírito e muito menos sem motivação para alcansares todos os teus sonhos e objectivos na vida.
Sei que este post já foi escrito há algum tempo, mas só agora te voltei a "encontrar", o que me trouxe até aqui.
E tenho a certeza que o escreveste numa brevíssima fase de insegurança e que já nem te lembras a razão de o ter escrito. Todos temos fases menos boas, mas é nessas fases que descobrimos as forças que nunca pensamos ter para dar mais um passo em frente, um passo com toda a determinação.
Vou terminar (que este comentário já vai grande.. hihihi ) com um grande beijinho e desejos de grandes sucessos na tua carreira e toda a felicidade do mundo para ti e todos os que te amam e gostam de ti, do fundo do coração.

BMW Z4 2.5i Roadster (2003) said...

Olá... não sei se vais ler este post... mas era para saber como estás. Lembras-te de mim? O Michel? :) Bisous